igh" allowscriptaccess="samedomain Reflexões Presentes: Junho 2010

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Senhor Jesus: Criador ou criatura?

Cristo é o agente de Deus na criação de todas as coisas. A bíblia diz com clareza que Deus criou todas as coisas por *intermédio* de Cristo. ( Cristo é coparticipante com Deus na criação e manutenção de todas as coisas, mas o Criador, o Pai, é o que lhe dá poder para sustentar e criar todas as coisas, Hb. 1:3; Mat. 28:18)

João 1:3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.

Atos 2:22 Varões israelitas, atendei a estas palavras: Jesus, o Nazareno, varão aprovado por Deus diante de vós com milagres, prodígios e sinais, os quais o próprio Deus realizou por intermédio dele entre vós, como vós mesmos sabeis;

João 14:10 Não crês que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras.

Atos 10:38 como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele;

A bíblia diz que Jesus é o UNIGÊNITO de Deus. Isto significa, único gerado.

1 João 5:1 Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido

Hebreus 5:5 Assim, também Cristo a si mesmo não se glorificou para se tornar sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei;

Cristo foi gerado por Deus, antes que todas as demais coisas fossem criadas. Deus o Pai, gerou um Filho e depois, por intermédio deste filho, Deus criou todas as demais coisas.

João 8:28 Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do Homem, então, sabereis que EU SOU e que nada faço por mim mesmo; mas falo como o Pai me ensinou.

João 14:10 Não crês que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras.

Atos 10:38 como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele;
Mateus 28:18 Então Jesus chegou perto deles e disse: Deus me deu todo o poder no céu e na terra.

Fonte: Ministério Adventista Bereano

domingo, 27 de junho de 2010

João, o último redator do evangelho, na grande oração de Cristo, reage, distinguindo "o único Deus verdadeiro", e aquEle que Deus enviou, o Cristo.
Afirmar que Cristo era Deus, não seria admitir que existiam dois deuses, o que deveria aparecer como blasfemátorio para um judeu-cristão antes que fosse elaborada um "teologia trinitáriana"?

" E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste." João 17:3

Ainda sobre a Trindade

A doutrina da trindade não admite que Deus seja uma só pessoa. Portanto, nega que o Pai do Senhor Jesus seja o único Deus, e isso se dá porque ela não aceita que Deus seja uma só pessoa.
O Senhor Jesus era 100% Deus durante o período que Ele esteve morto na sepultura? Teria Ele uma suposta alma inortal consciente que teria sobrevivido à morte? Só isto explicaria um Senhor Jesus de dupla natureza.

Então compreendi que crêr na mortalidade da alma, não tem como aceitar que o Senhor Jesus foi 100% Deus em Seu ministério e consequentemente não pude crêr na Trindade.

Se Ele era Deus, então Deus morreu e deixou de existir quando Cristo morreu! Os cristãos que adotam um Senhor Jesus Deus-homem, coloca em contradição a crença na mortalidade da alma. Não tem como harmonizar a crença da alma com a crença em um senhor jesus 100% Deus.
A trindade é uma monstruosidade pagã, uma invenção absurda e impossível, uma gozação blasfema.