igh" allowscriptaccess="samedomain Reflexões Presentes: Um Templo ou um Teatro?

segunda-feira, 21 de março de 2011

Um Templo ou um Teatro?

Os homens parecem nos dizer: "Não há qualquer utilidade em seguirmos o velho método, arrebatando um aqui e outro ali da grande multidão. Queremos um método mais eficaz. Esperar até que as pessoas sejam nascidas de novo e se tornem seguidores de Cristo é um processo demorado. Vamos abolir a separação que existe entre os regenerados e os não-regenerados. Venham à igreja, todos vocês, convertidos ou não-convertidos. Vocês têm bons desejos e boas resoluções: isto é suficiente; não se preocupem com mais nada.

É verdade que vocês não crêem no evangelho, mas nós também não cremos nele. Se vocês crêem em alguma coisa, venham. Se vocês não crêem em nada, não se preocupem; a 'dúvida sincera' de vocês é muito melhor do que a fé".

Talvez o leitor diga: "Mas ninguém fala desta maneira". É provável que eles não usem esta linguagem, porem este é o verdadeiro significado do cristianismo de nossos dias. Esta é a tendência de nossa época. Posso justificar a afirmação abrangente que acabei de fazer, utilizando a atitude de certos pastores que estão traindo astuciosamente nosso sagrado evangelho sob o pretexto de adaptá-lo a esta época progressista.

O novo método consiste em incorporar o mundo à igreja e, deste modo, incluir grandes áreas em seus limites. Por meio de apresentações dramatizadas, os pastores fazem com que as casas de oração se assemelhem a teatros; transformam o culto em shows musicais e os sermões, em arengas políticas ou ensaios filosóficos. Na verdade, eles transformam o templo em teatro e os servos de Deus, em atores cujo objetivo é entreter os homens. Não é verdade que o Dia do Senhor está se tornando, cada vez mais, um dia de recreação e de ociosidade; e a Casa do Senhor, um templo pagão cheio de ídolos ou um clube social onde existe mais entusiasmo por divertimento do que o zelo de Deus?

Ai de mim! Os limites estão destruídos, e as paredes, arrasadas; e para muitas pessoas não existe igreja nenhuma, exceto aquela que é uma parte do mundo; e nenhum Deus, exceto aquela força desconhecida por meio da qual operam as forças da natureza. Não me demorarei mais falando a respeito desta proposta tão deplorável.

Charles Haddon Spurgeon (1834 - 1892)

2 comentários:

F.D.A.P disse...

Excelente texto Marla. Es muy cierto lo que decís. Los "Templos" de hoy en día están 'completamente corrompidos'... estos 'Pastores de falsedad y engaño' m{as preocupados por sacarle dineros a la gente, de que por predicar la palabra de Dios con celo y amor verdaderos, han transformado sus 'templos' en verdaderos teatros... y los hombres van en pos de esos 'vendedores ambulantes' de la palabra de Dios, que les mienten y alimentan la 'corrupción natural de su naturaleza caída'... Pero es así, es muy triste. Igualmente, Dios, 'conoce a los suyos'. Ninguno puede engañarlo y mofarse de él. Cristo Jesús les pagará su merecido, tanto tanto los hombres falsos e idólatras, como a los pastores que se encargaron de alimentar sus lujurias. Que Dios u Cristo Jesús te bendigan. Un Saludo de un hermano de fe en Jesucristo. F.D.A.P

Edificarte disse...

SALMO 16

1 GUARDA-ME, ó Deus, porque em ti confio.
2 A minha alma disse ao SENHOR: Tu és o meu Senhor, a minha bondade não chega à tua presença,
3 Mas aos santos que estão na terra, e aos ilustres em quem está todo o meu prazer.
4 As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nomes nos meus lábios.
5 O SENHOR é a porção da minha herança e do meu cálice; tu sustentas a minha sorte.
6 As linhas caem-me em lugares deliciosos: sim, coube-me uma formosa herança.
7 Louvarei ao SENHOR que me aconselhou; até os meus rins me ensinam de noite.
8 Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei.
9 Portanto está alegre o meu coração e se regozija a minha glória; também a minha carne repousará segura.
10 Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.
11 Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.

Abraços

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho, e a Verdade, e a Vida.